Vagner A. Alberto Advogados Associados

Blog

20/03/2020

Contra vírus, Caixa anuncia redução de até 45% nos juros

2020-03-19-juros-1

 

MEDIDAS SERVEM TANTO PARA PESSOAS FÍSICAS COMO JURÍDICAS!

O Estado de S.Paulo – 20/03/2020

Numa ofensiva para mitigar o impacto da pandemia da covid-19 na economia brasileira, a Caixa anunciou um pacote de medidas de redução das taxas de juros em até 45%, pausa de pagamentos dos empréstimos e linhas de crédito facilitadas para empresas do comércio e serviços.

O apoio dos bancos públicos é uma das frentes de ação do governo para o enfrentamento da crise. O banco reduziu novamente as taxas de juros de linhas de crédito e ofereceu uma pausa por até dois meses para contratos de pessoa física e jurídica, inclusive contratos habitacionais. As empresas que atuam nos setores de comércio e prestação de serviços, mais afetadas pelas medidas sanitárias de isolamento como forma de evitar o avanço do novo coronavírus, terão acesso à linhas de crédito especiais, com até seis meses de carência.

A Caixa também liberou uma linha de crédito de R$ 3 bilhões para Santas Casas e Hospitais Filantrópicos que prestam serviço no Sistema Único de Saúde (SUS), para reestruturação de dívidas e também dinheiro novo.

O pacote do banco estatal também oferecerá gratuitamente cartão virtual de débito Caixa aos mais de 100 milhões de correntistas e poupadores para compras online nos sites de e-commerce de forma prática e segura.

A Caixa cortou em até 45% os juros das linhas de crédito para apoio às micro e pequenas empresas. As operações terão taxas a partir de 0,57% ao mês. As pessoas físicas poderão interromper por até dois meses o pagamento de empréstimos de operações parceladas de crédito pessoal. Para os contratos habitacionais de pessoa física, os clientes poderão solicitar a pausa estendida de até duas prestações pelo aplicativo.

“Vamos sempre reagir rápido e nos anteciparemos. Também analisaremos rápido os pedidos de crédito”, afirmou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, em transmissão pela internet.

A redução de taxa de juros nas linhas de crédito pessoal abrange as linhas de crédito consignado (a partir de 0,99%), penhor (a partir de 1,99%) e crédito direto ao consumidor (a partir de 2,17%).

Segundo Guimarães, o foco da Caixa nesse momento é ação para micro e pequenas empresas e também no apoio para segmento hospitalar. Na crise contra o coronavírus, a oferta de crédito no banco estatal foi incrementada em R$ 78 bilhões. Ele destacou também as mudanças aprovadas no crédito consignado do INSS o que aumenta a liberação de recursos na economia.

O presidente da Caixa disse que conversou com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto (BC), para permitir ampliar a “pausa” no pagamento dos empréstimos pelos clientes do banco. Se a crise piorar, ele acenou com ampliação do prazo para até 120 dias (4 meses).